Startups outside Silicon Valley

Quer ter uma startup de destaque? Startups fora do Silicon Valley

5829
Spencer Coon
Jan 19, 2018

Quer uma startup de destaque, mesmo que seja fora do Vale do Silício?

O fascínio e o prestígio do Vale do Silício têm crescido por décadas, com algumas das empresas mais revolucionárias surgindo na “Meca” da tecnologia. Ele é tratado como se fosse Hollywood: as pessoas vão até lá para “triunfar”, a maioria não consegue, e quase todo o mundo paga muito por isso.

Como um entusiasta da tecnologia e empreendedor, eu estaria mentindo se eu dissesse que também não senti desejo de ir ao Vale do Silício para tentar “triunfar” por lá como outras pessoas. Existe uma certa ilusão de que você precisa estar no Vale do Silício para ter sucesso, e eu acho que isso virou um terrível engano. Chega quase a ser um paradoxo. Os avanços tecnológicos chegaram ao mundo todo, possibilitando a uma startup crescer globalmente desde praticamente qualquer lugar. Então é engraçado pensar que nós ainda temos um “epicentro” incontestável e uma pressão para começar lá por causa do nome.

Bem, nós não fizemos deste jeito. Meu sócio e eu criamos a nossa primeira startup há cinco anos no lado oposto do Vale do Silício (com diferença absurda também nos preços): América do Sul. Cinco anos depois, nós mudamos a sede de mais duas startups para Barcelona, Espanha, onde nós atualmente cuidamos de todas as três.

Ter um início de startup diferente nos beneficiou com economia de despesas gerais da empresa e também do custo de vida. Nós fomos capazes de acessar mercados diferentes, mais diversos, montar uma equipe internacional para levar nossas operações a nível global e adicionamos um elemento diferente a quem nós somos como empresa.

Fomos capazes de acessar mercados diversos

Inicialmente, o começo da nossa primeira startup foi bilíngue, com um dos nossos fundadores sendo da América do Sul. Nós estávamos pensando globalmente desde o início. Começar em um ambiente menos competitivo, como a América do Sul, principalmente para softwares B2B, fez muita diferença em quão rápido nós conseguimos crescer e no quão bem nós aprendemos a nos adaptar a uma grande variedade de mercados diferente. Nós pudemos fazer mais com a nossa empresa ao começarmos “pequenos”. Porém, ela não era tão pequena, pois, ao nos conectar com empresas globais da América do Sul, isso se tornou um “atalho” para uma expansão mais rápida com menos competição.

Startups fora do Vale do Silício, na América do Sul

Startups fora do ambiente do Vale do Silício implica menos competição por financiamento

Um dos benefícios financeiros de termos começado fora dos EUA foi a menor competição por financiamento. Existem vários governos ao redor do mundo querendo injetar dinheiro em startups para ajudar a crescer os seus próprios ecossistemas tecnológicos. Principalmente na Europa, onde existem vários programas de apoio disponíveis. O ponto principal aqui é que existe muito menos competição por financiamento e atenção dos investidores, que ainda estão cheias de oportunidades. Se você conseguir construir uma equipe sólida, um modelo de negócios e oferecer fortes indicadores de desempenho, você tem muito mais chance de obter a ajuda que você precisa do que se estivesse em uma área de maior impacto. Existe uma quantidade crescente de investidores mudando sua área de interesse para fora do Vale, como resultado de cada vez mais empresas bem-sucedidas vindo da Europa e do Sudeste Asiático.

Nós montamos uma equipe internacional para nos levar a nível global

Como nós decidimos definir uma sede na América do Sul e então expandir de maneira (relativamente) rápida para um escritório europeu, nós tivemos sorte de termos tido acesso a uma base de talentos bem variada, que nos guiou a mercados globais. Nós temos tanto funcionários remotos quando em nosso escritório que vêm de 7 países e falam 5 idiomas gerenciando tarefas juntos usando o Hibox. O Hibox já foi traduzido em 5 idiomas para os nossos mercados diversos. Com uma equipe diversa como a nossa, nós fomos capazes de comercializar e vender diretamente para nossos mercados-alvo pela Europa e pela América do Sul com um toque pessoal que os competidores não têm. Ter uma equipe diversa também nos trouxe vários insights e novas perspectivas que nós definitivamente não teríamos com uma equipe mais homogênea e de apenas uma cultura. Eu escrevi mais sobre os benefícios para nós de termos uma equipe internacional aqui.

Startup internacional fora do Vale do Silício

Não temos a típica história de startups de destaque, mas simplesmente uma startup fora do Vale do Silício

Cada startup tem uma história e, para muitas delas, esta história ajuda a impulsionar a empresa. Todo mundo adora ouvir uma boa história de superação de empreendedores e empresas pequenas. Nas últimas décadas, a maioria destas histórias vinham do Vale do Silício, devido à “aura mística” e à fama de “Meca da tecnologia” que o lugar possui. Mas isto está mudando. Existe um interesse crescente por clientes, consumidores, investidores e empreendedores no que está acontecendo fora do Vale do Silício e também em outros países. Se quiser uma prova, veja páginas como o tech.eu. Todo mundo quer saber onde será o próximo centro da inovação. Ter uma história única e internacional como pano de fundo para a nossa equipe e nossas operações ajudou a criar interesse e a chamar a atenção. Ser um estrangeiro em nossa cidade-sede também ajuda a despertar interesse local. Nós temos um tipo de história diferente do “cenário tecnológico” comum que costuma despertar interesse.

Teste de graça e mude a forma como sua empresa trabalha