Estilos de liderança dos gerentes mais bem-sucedidos

Mariano Rodríguez Colombelli
Abr 24, 2017

Como qualquer coisa relacionada a pessoas, a gestão é altamente subjetiva, científica e emocional. Tornar-se um gerente de sucesso é algo que requer tentativa e erro. Mas existe muita pressão para ter uma performance imediata. Nós tendemos a imitar os principais líderes e gestores na esperança de “copiar” e aprender com seu sucesso. Não há nada de errado em aprender com os melhores, mas todas as equipes e gerentes são diferentes. Sem conhecer o básico dos estilos de liderança e quando e como aplicá-los, é difícil obter uma compreensão sobre algo tão arbitrário. Cultivar a sua própria combinação de estilos para o seu trabalho irá ajudá-lo a rapidamente se tornar um líder e gerente eficaz.

É importante lembrar:

  • Copiar os outros não fará de você autenticamente um grande líder.
  • Suas fraquezas podem se tornar os pontos fortes da sua equipe.
  • Estrategicamente encarne estilos de liderança diferentes para cada situação.

Aqui estão três estilos de liderança comuns e como usá-los para gerenciar o seu melhor:

1. Liderança Autocrática:

Você age como um líder autocrático quando você toma decisões e simplesmente pede a sua equipe para implementá-las. Existe muito pouca consulta ou colaboração dos outros em um problema. É um estilo de liderança normalmente visto em organizações mais burocráticas e altamente estruturadas – onde, honestamente, pode funcionar bem. Wal-Mart, Sam Walton e Larry Ellison da Oracle viram como a melhor maneira de agilizar o processo. No entanto, existem algumas questões importantes em usar apenas este tipo de estilo de liderança ou não conseguir reconhecer isso como você. Sem uma relação de colaboração com os membros da equipe, a resolução de problemas e inovação nunca será o ponto forte da sua equipe. No entanto, em tempos de crise quando sua equipe pode ser conduzida pelo medo, uma postura autocrática pode ser benéfica. Evite usar este estilo de liderança além dos momentos de incerteza.

 

2. Liderança laissez-faire:

Exatamente o oposto de um estilo de liderança autocrática, laissez-faire permite o controle total da equipe. Na maioria das vezes essa é a característica do ritmo acelerado e ambientes mais próximos como startups. Há muito tempo que a autonomia aos funcionários tem demonstrado, em estudos, ter um efeito positivo sobre a produtividade e a felicidade do funcionário. Mas tome cuidado em reconhecer quando este estilo não esta sendo eficaz porque para sua equipe pode parecer como se não tivesse uma direção ou feedback que eles esperam de um líder. Este tipo de liderança é melhor usado durante os momentos em que o trabalho realmente criativo é necessário para resolver problemas ou para gerar ideias inovadoras. Paul Allen da Microsoft era famoso por usar este estilo de liderança para desafiar e crescer novas ideias. Também é bom levar esta abordagem ao maior número de funcionários e com isso se sintam mais no controle para ser produtivos das suas próprias maneiras.

 

3. Liderança Transformacional:

Aqui é um meio termo e, geralmente, um tipo de estilo de liderança atribuído à maioria dos principais CEOs e visionários. Ainda que pareça a melhor opção, ainda tem seus prós e contras. Um líder transformacional é aquele que define uma visão, comunica-a e então delega tarefas aos membros da equipe que trabalham para essa visão. Como conseguir isso, cabe a equipe. Um líder transformacional é essencialmente um visionário, ao invés de autocrática, mas fornece um pouco de direção mais do que um estilo laissez-faire. Parece perfeito, certo? No entanto, ainda existem momentos, como em toda a montanha-russa dos negócios, que sua equipe pode precisar de outros estilos de liderança com mais ou menos direção para ser mais produtiva com as tarefas nas suas mãos.

 

Um estilo de liderança transformacional se encaixa melhor na direção em que muitas empresas estão tentando ir agora – mudança perpétua para uma visão. É por isso que é tão popular. O líder mais popular de transição “token” é Steve Jobs. É o melhor estilo para usar como base de como a sua abordagem e da sua equipe funcionam. Mas nem todos temos os mesmos desafios, culturas de empresas e pessoas. Aprender a usar outros estilos de liderança, quando necessário, para orientar a sua equipe através dos diversos desafios é a única maneira de se tornar um líder eficaz. Estes são apenas alguns estilos de liderança reconhecíveis. A chave é ser objetivamente autoconsciente e saber usar o seu próprio estilo e outros para promover a sua equipe.

Teste de graça e mude a forma como sua empresa trabalha